Na nossa série sobre as formas de votação já falamos sobre o método de votação ordenada, no qual o eleitor elencar candidatos conforme sua preferência.

Neste segundo post sobre métodos de votação, vamos falar sobre a teoria das votações, que buscar entender e propor regras para as eleições.

Sabemos que a maioria dos sistemas eleitorais se baseia no princípio da escolha da maior parte dos votantes, mas é importante termos em mente que existem vários métodos e todos eles são válidos, afinal se adequam aos diferentes formatos de democracia.

Métodos de Condocert

É uma classe dos métodos de votação ordenada que segue o modelo de Condocert.

Conhecido como método de paridade ou método do consenso, consiste em comparar cada candidato com cada um dos concorrentes, separadamente. Raramente é usado. Por ser pouco prático, o processo de votação fica mais demorado quanto maior for a quantidade de votantes e candidatos.

Uma das vantagens desse método é que o resultado pode ser definido em um único turno, afinal é um cálculo matemático da média da opinião dos eleitores. É eleito aquele que vencer todas as comparações, levando em consideração a situação hipotética de estarem concorrendo sozinhos numa eleição.

Nos próximos posts da série falaremos sobre método Coombs, métodos de votação por nota, métodos não proporcionais e semiproporcionais!

COMENTÁRIOS